musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - INCóGNITA - LETODIE - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Incógnita letra


O que querem é saber de onde eu vim
Pra comparar se eu sou igual vocês
Talvez querem achar outro cara igual a mim
O universo nunca erra duas vezes, não
O que querem é saber de onde eu vim
Pra comparar se eu sou igual vocês
Talvez querem achar outro cara igual a mim
O universo nunca erra duas vezes, não
Contraditório, eu sei
Desde a primeira vez que eu me pronunciei nunca procurei agradar
Puta clima de velório, eu não sou bom com auditório
Escrevo pra não enlouquecer, cês quiserem me escutar
Sem ser Judas nem Jesus, eu não quero essa sina não defendo a vida, só as ideias assassinas
Se me iram como fonte, seus motivos
Seguiram o cara errado porque eu também tô perdido
Com mais bomba que Bagdá, Cruel igual Ragnar, Rimando tipo Crunk That, tentando não estagnar
Eu vi que quanto mais sangue dá mais as cabeças vão rolar
Se eu te falar: mano, sai que tá foda, cada um por si e foda-se!
Cheio de erro nas costas, não tem nenhuma resposta
Aqui nada mais me encosta, sem satisfação pra dar pra alguém
Eles me cobrando exemplo, ignorei a muito tempo tô pensando uma maneira pra viver e morrer bem, yeah
O que querem é saber de onde eu vim
Pra comparar se eu sou igual vocês
Talvez querem achar outro cara igual a mim
O universo nunca erra duas vezes, não
O que querem é saber de onde eu vim
Pra comparar se eu sou igual vocês
Talvez querem achar outro cara igual a mim
O universo nunca erra duas vezes, não
E ninguém entende nada, só vem perguntar retórica
Sempre a mesma história, julgam como escória
Sem argumentos? Só decore e minta
Mas vai ter que aceitar que eu sou uma incógnita
Demais pro cê compreender talvez em dez ou vinte anos que cê vai entender qual era o fim dos meus planos
Viva bem e morra rápido, mano eu já to apto
Não entenderam a colapso, era sobre esse lapso
Prodígio, prococe, as vezes bate a neurose. Tô nisso por mais quantos anos?
Mas se é pra reinar não queria ser Tutankamon
Não parei pra somar o que eu perdi
Já faz mó cota que eu tô pra parar porque não tá virando as notas mas eu não consigo, nas linhas a vida arruma
Mesmo sabendo que ninguém interpreta porra nenhuma
Me sinto meio místico, criptografando em ritmo
Cês nunca vão decifrar o meu algoritmo
O que querem é saber de onde eu vim
Pra comparar se eu sou igual vocês
Talvez querem achar outro cara igual a mim
O universo nunca erra duas vezes, não
O que querem é saber de onde eu vim
Pra comparar se eu sou igual vocês
Talvez querem achar outro cara igual a mim
O universo nunca erra duas vezes, não

LetoDie - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br