musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - SANGUE DENTRO, SANGUE FORA (PART. CYBER) - LETODIE - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Sangue Dentro, Sangue Fora (part. Cyber) letra


Você insiste em julgar, eu insisto em crescer
Você insiste em falar, eu insisto em fazer
A rotina é meu prazer, sem tirar, nem por, faço isso por amor
Alivia a minha dor

Cada passo que traço, ou degrau que subo é mais um motivo
Pra eu prosseguir
Toda vez que respiro me sinto tão vivo e disso não posso desistir
Mas aí, to pronto pra guerra, o que der e vier eu encaro de frente
Minha mente domina minha força e meu corpo reage pois sou diferente
Eu não mato um leão por dia, sou eu quem lidera o bando
Dou soco em faca, insisto, persisto, não nasci um cara brando
Sem nunca olhar pra trás, tá no sangue, é de raiz
Não me arrependo de nada na estrada que eu escolhi pra seguir
Eu sou feliz
Pentelho me julga, mas nunca ajuda, falar mal é fácil, viu?
Conselho de imbecil, calado, ninguém pediu
Acho engraçado, fico bolado, diz que é irmão mas é cuzao
Me mantenho afastado de amigo falso, tenho o meu canto, então
Prefiro o silencio, prefiro os ferros, prefiro o mundo bem longe de mim
Não perco meu tempo, calculo, não erro, comecei vou ate o fim, enfim
Faço o meu, não acredito em acaso, pra mim felicidade
Se encontra num ginásio

Você insiste em julgar, eu insisto em crescer
Você insiste em falar, eu insisto em fazer
A rotina é meu prazer, sem tirar, nem por, faço isso por amor
Alivia a minha dor

Bruto, só no instinto do abismo eu sai
Como fênix eu me sinto, das cinzas eu ressurgi
Tirei a corda do pescoço, e mesmo no fundo do poço
Olhei pra cima e vi o céu, usei a corda pra subir
Aprendi desde cedo uma lição bem valiosa
E apesar do medo segui a estrada perigosa
Sozinho pelo caminho encarei tudo sem receio
Como diria meu avô: Eu sou bagual e meio
De pente cheio, damos no meio, sai, não tem freio
Fins grandiosos justificam os meus meios
Ninguém veio a passeio, essa porra é vida ou morte
Acha que tá feio? Nos compensa no porte
Não foi sorte ou sina, minha rotina não é acaso
Doutrina severa, espera e entenda o caso
Monstro, era das trevas, onde impera o stress
Talvez um parentesco que tenha no lago ness
O sistema aqui é bruto e só astuto sobrevive
Não tem tempo pra luto, quem não soma divide
Os pela ficam puto, pq aqui não tem volta
Uma vez já era, sangue dentro, sangue fora
O que faço não interessa, então engula suas perguntas
Atravessa na minha vida e eu fodo a sua como nunca
Nas tramas mais insanas, pra você ver, sem pudor
Prazer é só na cama, essa porra é pra sentir dor

Você insiste em julgar, eu insisto em crescer
Você insiste em falar, eu insisto em fazer
A rotina é meu prazer, sem tirar, nem por, faço isso por amor
Alivia a minha dor

LetoDie - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br